Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

São Três da Tarde: Mourinho e Cristiano Ronaldo e Pandiani e Povo

São três da tarde: estou na dentista.

 

rvicent

 

É um lugar comum: "o José Mourinho é arrogante" é dito e ouvido por toda a parte. Já este Pandiani queixa-se que o Cristiano Ronaldo deveria ser mais humilde e, qual Sarkozy a lembrar a pequenês do Luxemburgo à comissária Redding, diz que o Cristiano deveria lembrar-se que veio de uma "pequena ilha".

 

Povo e Pandiani estão errados. Quem pelo talento, mérito, disciplina e trabalho, muito trabalho, com brio e profissionalismo atinge aqueles níveis tem todo o direito ao orgulho, um conceito cada vez mais deteriorado pela negativa (e inveja) em Portugal, país em que as pessoas gostam muito de ser e de se fazer pequeninas (excepto quando se fazem ao premiozinho afrancesado...).

Povo e Pandiani deveriam escutar ingleses, franceses, italianos e outros falar de si mesmos, das suas glórias e de serem os melhores do mundo nisto e naquilo. Ao pé desses, coitadinha da arrogância do "Special One" e coitadinho do orgulho do Cristiano Ronaldo...

Têm Toda a Razão, Sim Senhor! (1 e 2)

 

 

(1) Papa Bento XVI: O Papa Bento XVI deu a sua bênção às redes sociais mas alertou que não podem substituir o contacto humano verdadeiro (in Expresso). Tem toda a razão, sim senhor!

 

 

 

 

 

(2) Cristiano Ronaldo: O Real Madrid não pode estar dois anos sem conquistar nada (ibidem). Tem toda a razão, sim senhor! Mas não deixa de ser estranho (e até mesmo cientificamente interessante!) que uma das equipas de futebol mais caras do mundo seja também uma que não ganha coisa nenhuma. O Real Madrid é assim um bocadinho como o Estado social português: é um dos mais caros do planeta mas os resultados são a mediocridade e miséria que se conhece e sofre. A diferença é que enquanto os merengues têm o Cristiano Ronaldo, o Ricardo Carvalho e o Mourinho, o Estado social lusitano tem Ruis Pereiras e Teixeiras dos Santos...