Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Uma (outra) espécie de ajuda externa

Primeiro recebemos aquela simpática carta da Irlanda. Hoje, primeiro dia de Abril, Independent anuncia, em primeira mão, que Portugal decidiu vender Ronaldo à selecção espanhola. Eu diria, antes de me rir (para não chorar), que anda muito boa gente a divertir-se às nossas custas. Quer dizer, pensando melhor, também lhe poderíamos chamar...hm...ajuda externa? Ao fim e ao cabo, acaba por ser uma sugestão. (Mas ó Independent, não dês muitas ideias peregrinas, que dessas temos nós de sobra por cá)."

 

"While Ronaldo's fee, though double the current record (paid by Real Madrid to Manchester United for Ronaldo's club affiliation in 2009) barely dents the €12bn Portugal owes, Mr Socrates, now caretaker premier, believes that the international bond markets will take it as a symbol of Portugal's determination to tackle the crisis, and respond accordingly."

 

Também gosto especialmente disto: "Opinion is divided in Portugal. While many see Ronaldo's agreement to the move as the "ultimate patriotic gesture" others regard the transfer as a "surrender". Paolo Fril, professor of political economics at Lisbon University, told The Independent: "We were ruled by a Spanish king for 60 years [1580-1640] and had to go to war to win back our independence. This is not about Spain saving us –they are restoring the Iberian Union by the back door."

 

3 comentários

Comentar post