Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Curiosidades da Ciberesfera

 

 

 

 

Nos últimos tempos, por motivos semi-profissionais, tive de mergulhar no desconcertante mundo da blogosfera como nunca antes tinha feito. E ando fascinada com isto, confesso.

 

Ora o que estou a fazer é a leiloar livros usados, utilizando um  blogue como plataforma para a “distribuição”. As receitas obtidas revertem a 100% para determinada Instituição, o que ajuda a aliciar os compradores.

 

Para se fazer uma licitação tem de se deixar na caixa de comentários, entre outros dados, o endereço de e.mail para que possamos contactar o vencedor no final do leilão.

 

Todos os dias dou de caras com situações de tal maneira insólitas que o meu sentido de humor se tem vindo a refinar a pontos de já não ser partilhável, de tão hermético.

 

Que há várias pessoas com pseudónimos curiosos por esta ciberesfera fora, todos sabemos. Temos tido como clientes uma “Gata Miura” e uma “Dama do Sinal”, por exemplo.

Estes são dois casos simpáticos que não causam qualquer tipo de problema. Se ganharem um leilão, mandamos um e.mail a dizer “Cara Gata Miura, é a explodir de entusiasmo que lhe vimos anunciar ser a grande vencedora do disputadíssimo leilão do livro tal de tal, no blogue Déjà Lu, tome lá o NIB para transferência bancária, etecetra e tal”.

 

Já o “Animal Civilizado” veio a criar alguma confusão porque estavamos convencidíssimas tratar-se de um especimen literado de raça masculina e veio-se a descobrir que é uma jovem toda simpática (a quem até achámos chato dirigirmo-nos como “Caro Animal”).

 

De todos, o meu preferido é o Nenuco Bombeiro. Sempre que o Nenuco Bombeiro licita um título fico com a minha quota de boa disposição diária preenchida. Ainda não consegui perceber se é homem ou mulher, mas adoro-o.

 

Mas não é só nos nomes dos licitadores que tenho encontrado este tipo de curiosidades. Quando dou um salto às estatísticas para perceber de onde me chegam as visitas, fico a perceber que há blogues com nomes extraordinários.

Temos o “não percebi a pergunta”, o “maria pudim” ou “as conversas da sopa”, entre uma infinidade de outros.

 

Ontem fui surpreendida por um inédito, que fez a simpatia de publicitar a nossa página. Como se chamava “piriquita frangalhona”, tive de ir lá a correr verificar se não se tratava de uma página indecorosa. Mas não, era um blogue perfeitamente decente gerido por uma gaiata que aposto que fez a Primeira Comunhão.

 

Ando deliciada com isto. De tal maneira que até estou enervada por ainda não me ter apresentado como “Xica Esperta”, o que seria perfeitamente adequado para uma pessoa que gere um blogue literário.

 

 

7 comentários

Comentar post