Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Guerra de Gerações

Não há volta a dar, já não se pode ignorar. O principal conflito em Portugal não é a luta de classes de proletários contra capitalistas, não é o jogo de poder entre fascistas e comunistas, nem sequer é a oposição direita vs. esquerda ou conservadores vs. progressistas. A maior tensão binária no nosso país é isto: guerra geracional. Os mais velhos, instalados e protegidos pelos direitos adquiridos (já é tempo de os chamarmos pelo nome correcto: privilégios de geração) contra os mais novos, precários, com mais formação, mais dinamismo e, até, mais mundo, cujo rol de direitos sociais presente e futuro é diminuto e insatisfatório. Secundariamente, um outro conflito, relacionado com o primeiro: trabalhadores do sector público de um lado contra trabalhadores do sector privado, trabalhadores a recibos verdes e trabalhadores sem trabalho, do outro.

 

O tempo para conseguir atenuar estas tensões latentes mantendo a paz social está a acabar.

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Guillaume Tell 07.02.2011 22:27

    Não precebe que estamos a falar de desigualdade social, e que afecta em particular os mais jovens. Aconselho a leitura desta entrevista, muito esclarecedora:

    http://jornal.publico.pt/noticia/07-02-2011/mario-centeno-a-lei-protege-mas-as-pessoas-nao-se-sentem-protegidasentrevistas-sobre-o-futuro-21222653.htm
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.