Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

E que tal envasarmos os eucaliptos?

 

Amanhã vai sair nova sondagem para as legislativas. Espreitem. Eu já compulsei a medição. O pós-cavaquismo vai começar. No PSD, já é. No PS, pode vir a ser. Os eucaliptos podem ser postos em vasos, sejam quais forem os resultados de hoje.


Nas presidenciais, até à última ainda é vindima, de uva murcha. Essa de quem morre à vista de costa apenas se aplica a um sistema eleitoral onde, mesmo que votem cem eleitores em dez milhões, apenas contam as percentagens relativas dos votos validamente expressos..

 

Há velhas instituições democráticas onde os representantes na assembleia-geral variam em proporção. O parlamento formal é medido conforme os que participam no acto eleitoral... Não consta que se dêem mal com o escrutínio...

 

Mas amanhã, ou até logo, depois da noitinha, vão ser abundantes os prognósticos depois do apito da urna fechada. Os eleitos pouco se importam com as participações, depois de eleitos. Bem mereciam que o número de deputados estivesse dependente do número de votantes e de presidente ter um tempo de mandato proporcional à participação no acto eleitoral...

 

Logo, aqui e agora, quem vence pode ser vencido. A frase é do maior politógo português do século XX, porque misturou o lume da razão com o lume da profecia. O repúblico em causa é um tal de Pessoa. Consta, não do manual que felizmente não escreveu, mas das "Páginas Íntimas e de Auto-Interpretação".

 

"My country, right or wrong; if right, to be kept right; and if wrong, to be set right" (Carl Schurz 1829–1906).

1 comentário

Comentar post