Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

A irracionalidade em política

A comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais decidiu ouvir três reputados constitucionalistas sobre a matéria que mais interessa, neste momento, às famílias portuguesas e ao País: os casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Assim, segundo proposta do Bloco de Esquerda, a Assembleia da República vai convocar Marcelo Rebelo de Sousa, Pedro Bacelar de Vasconcelos e Jorge Reis Novais para falarem da lei fracturante do ponto de vista constitucional.

Mas muito curiosa é a ausência de Jorge Miranda do rol de constitcionalistas que irão à dita audição parlamentar. O "pai da Constituição" era o preferido pelo PS para Provedor de Justiça e, uns mesitos depois, já não serve sequer para falar dos casamentos entre homossexuais, a adopção e o que isso pode significar em termos de enquadramento na lei fundamental. Parece que o PSD e o CDS queriam ouvi-lo e o PS, juntamente com o PCP e o BE, chumbou a audição. Ou seja, o PS do eng. Sócrates disse hoje mais ou menos isto: "Se não pensas como nós a tua opinião não conta, mesmo depois de andarmos anos a fio a dizer que és o melhor constitucionalista que o País tem". A política com elevação tem muito mais encanto.

3 comentários

Comentar post