Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Cruzada inesgotável

 

1. "Portugal é um país cada vez mais secular, com igrejas que a própria hierarquia reconheceu cada vez mais vazias." (11 de Maio)

 

2. "Alguém sabe quem é o comentador papal da RTP 1 que fala em coisas extraordinárias como 'mística pragmática'?" (11 de Maio)

 

3. "O abandono formal da Igreja Católica por parte de todos aqueles que não se revêem nela é importante e faz todo o sentido." (11 de Maio)

 

4. "Parece que subitamente o Estado português esqueceu a Constituição e a laicidade que consagra. Para além das extemporâneas tolerâncias de ponto decretadas pelo governo da República, a página do Ministério dos Negócios Estrangeiros designa a visita do chefe de Estado do Vaticano como «Visita Oficial e Apostólica de S.S. o Papa Bento XVI»." (12 de Maio)

 

5. "Para o Papa não há nem ordenamento justo da sociedade nem liberdade se não nos submetermos todos à «visão sábia» do Vaticano." (12 de Maio)

 

6. "Parece que a Igreja católica e alguns dos seus seguidores continuam a confundir laicidade com catolicismo." (12 de Maio)

 

7. "Para a Santa Sé a defesa dos direitos humanos restringe-se à defesa da religião e da mensagem religiosa, em detrimento de tudo o resto." (13 de Maio)

 

8. "Quanto custou esta visitinha?" (13 de Maio)

 

9. "Ratzinger quer ter para a Igreja não só a exclusividade da Fé como da Razão." (13 de Maio)

 

10. "O temor de um simples mortal." (14 de Maio)

 

11. "As alocuções que Bento XVI fez aos fiéis em Fátima são isso mesmo: alocuções aos fiéis feitas num espaço na Igreja e sobre as quais eu, não crente, não me pronuncio em matérias que apenas à fé diz respeito." (14 de Maio)

 

12. "Considerei curioso que o tema das conversas papais de hoje se debruçasse tanto sobre os pecados dos outros." (14 de Maio)

 

13. "Todas as intervenções do Papa foram marcadas pela habitual rejeição de um mundo moderno que se recusa a aceitar as suas propostas." (15 de Maio)

 

Palmira Silva, in Jugular

5 comentários

Comentar post