Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Federalização e Estado Social

Uma possível federalização da União Europeia e o fim de um certo Estado social são outros dois temas que irão acompanhar os europeus nos próximos anos. Este post do Luís Naves sugeriu-me estes dois pensamentos:

 

A federalização vai ser feita de forma não democrática (nem eleições nem referendos) e, muito provavelmente, pela mera via intergovernamental. E, pior, essa via não vai abranger todos os países. A bicicleta europeia está a ser reduzida ao tandem Sarko-Merkel, o que é péssimo.

Mas o que actualmente se passa na Europa não me parece uma crise do sistema capitalista (e muito menos o fim de uma civilização): é antes (e "apenas") o descalabro de um certo tipo de Estado social: aquele que é baseado no empolar dos funcionários públicos para criar uma classe média; em que se dá mais importância à redistribuição do que à criação de riqueza; em que o eleitoralismo é alimentado por megalomanias sustentadas por dívida e mais dívida; e em que concorrência, mérito e liberdade económica são considerados pecados.

 

A Europa ocidental e do sul livrou-se dos horrores do comunismo. Os excessos esquerdistas foram, no entanto, muitos. A factura desses excessos está aí para ser paga - pelas actuais e futuras gerações.

4 comentários

Comentar post