Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

i o Mac, pá?

Passo a passo vou tentando adaptar-me a este mundo novo. Tudo é diferente mesmo se parecido.

 

Assim como, depois de anos e anos do outro lado da barricada, ver-me deste lado da dita. É mesmo estranho. De tal modo que dou por mim a rir a bom rir com as recentes prosas do corporações e a ficar com uma certa inveja. É verdade, estou a ser franco. Um verdadeiro strip-tease "blogocoiso". E como sei, saber de experiência e de viragem de muitos frangos, que estas coisas, estas confissões nocturnas caem mal, muito mal, em certas almas mais papistas que o dito cujo. Pois. É a natureza das coisas. Ok, não é de política que quero falar. Adiante.

 

Ainda não percebi o bicho. Fazer copy-paste do código incorporado dos vídeos que saco no youtube passou a ser um martírio daqueles. Conseguir ler a porra que estou a escrever é outra maldição. Incompreensível para quem está perante semelhante mostro rectangular – o iPad e o iPhone quando comparados com o animal parecem anões a passear em Berlim. Enfim.

 

E o teclado? Parece coisa nórdica, nem sei se foram os senhores de bata branca da Stelton que o desenharam. É lindo de morrer, confesso. Porém, para quem é dono de umas patas como estas que me acompanham a coisa torna-se difícil. Abrir separadores foi enigma só resolvido ao fim de 48 horas. Perceber como se liga ou desliga, nem me falem. Só faltou bater-lhe. Isso e descobrir a password...

 

Contudo, estou rendido. Em absoluto. Não sei se é da qualidade do som ou da imagem, da rapidez estilo F-16 ou, pensando bem, das linhas estonteantes estilo Bardot? E os gráficos, uiui. Pronto, pronto, já pareço a f. a escrever sobre sapatos – coisa estranha, essa, da relação das mulheres com os sapatos. Logo eu, um ser que irrita a sua mais que tudo por causa dos sapatos. Ela acha que eu os compro sempre iguais e desconfia que ando sempre com os mesmos até eles gritarem de gastos. Não sei se já alguma vez vos disse: detesto sapatos. Mas, odeio andar descalço. (e depois as mulheres é que são complicadas).

 

Tudo isto para vos comunicar que estou rendido à maçã onde o outro deu uma dentada. Só ainda não percebi tudo. É verdade, esta coisa com um leão que surgiu hoje já veio incorporada no bicho ou vou ter de gastar mais uns trocos? Pedro, meu PDF, explica-me lá. Não é por nada mas, a patroa comprou o bicho e pensa que durante a próxima década não precisa de gastar mais nada. É só para saber se tenho já de me começar a fazer de morto.

 

Estou mesmo a ficar velho...

10 comentários

Comentar post