Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Shame on Greek Police Forces

 

Merece censura a forma como a polícia grega tem actuado perante as manifestações populares de desagrado pelos sucessivos planos de austeridade. A Grécia está a ser vítima da infiltração de extremistas anti-democracia que seguem à risca o princípio do "quanto pior, melhor". Os incêndios provocados e a destruição urbana são na sua maioria da responsabilidade dos extremistas. A polícia, no entanto, contra-ataca sobre todos. Não pode ser. A polícia e os serviços secretos deveriam prevenir e manter o terrorismo debaixo de olho. Em vez disso, reagem excessivamente contra toda a gente.

 

Depois, as opiniões que indignam: ler que os gregos não são, ao contrário dos portugueses, um povo de "brandos costumes" e que, isso sim, são mais violentos e com mais sangue na venta e na guelra. O que se passa na Grécia não é uma questão de "temperamento nacional" mas de infiltração terrorista. E o tipo, orientação política e virulência dos grupos extremistas depende mais da História específica de cada país do que do seu "temperamento".

 

 

[A cienciazinha dos "temperamentos nacionais" faz-me sempre lembrar uma certa antropologia que se praticava no séc. XIX: uma pseudo-ciência que, a maior parte das vezes, acabou muito mal].

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.