Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Construção Civil e Caminhos-de-Ferro e o País

Este post sugeriu-me este comentário:

 

Os efeitos maléficos do conúbio poder político-construção civil medem-se em milhares de milhões de euros e em gerações que ficarão a pagar projectos com rentabilidades negativas.

Mas para além desses efeitos, há ainda outros. A desvalorização dos caminhos-de-ferro é uma das consequências do excesso de auto-estradas.

É preciso destruir o que existe e serve bem para justificar novos investimentos inúteis e negativos. Por exemplo, o novo aeroporto a trinta quilómetros de Lisboa.

 

Destruir o que serve para justificar o que não serve: esta tem sido a lógica dos negócios entre políticos e construtores civis em Portugal. Era bom que isto, com o novo governo, acabasse. Ora aí está uma reforma que mesmo sendo implementada em modo "terapia de choque" não justificará o mais pequeno remorso.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.