Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

A Distrital do Porto do PSD:

Ontem, na Assembleia Distrital do Porto do PSD, a primeira após as legislativas, Marco António Costa deixou três mensagens significativas: O tempo não é de festejos mas de trabalho; Provocou eleições antecipadas e lembrou que 2013 é já amanhã (eleições autárquicas). Foi uma intervenção corajosa, sobretudo no primeiro aviso que deixou aos militantes.

 

O Presidente da Distrital do Porto do PSD foi bem claro. Salientando o excelente resultado obtido no distrito, o melhor dos últimos 20 anos e um dos melhores de sempre, sublinhou a mudança até num ponto pouco habitual, sobretudo quando olhamos para o anterior governo: as escolhas para os lugares estão e continuarão a ser feitas tendo em conta as qualidades técnicas, profissionais e políticas dos escolhidos e não apenas e só pelo facto de serem militante do partido.

 

Esta primeira declaração foi um aviso à navegação. Os corporativos fartaram-se de escrever sobre “o pote” e procuraram passar uma ideia simples: se o PSD vencer vai “atacar” os lugares. Tal como foi feito na anterior legislatura pelo governo cessante. A primeira marca de diferença, de mudança, já está a ser colocada em prática e foi isso que Marco António quis deixar bem claro aos militantes do Porto.

 

Depois, informou que a Distrital do Porto, a maior do país, vai a eleições antecipadas já a 22 de Julho. Foi a surpresa geral. Depois de uma vitória retumbante, ninguém esperava uma decisão dessas. Obviamente, as eleições autárquicas de 2013 podem ser a razão principal para esta decisão. No Distrito do Porto não são poucos os actuais presidentes de câmara impedidos de se recandidatar e tudo indica que não serão umas eleições fáceis para os dois partidos no poder. A preparação atempada a isso obriga.

 

Não sei, nem faço a mais pequena ideia, se Marco António se vai recandidatar. A Distrital do Porto teve um comportamento exemplar e fundamental antes das eleições, durante a campanha e após a vitória. Não esqueço a impressionante campanha no distrito nestas legislativas. Ao longo destes anos conseguiu crescer (em militantes e em militância) e ser uma voz atenta e escutada no Distrito, no Norte e no país. Se Marco António se recandidatar, terá uma vitória expressiva (e merecida) fruto do trabalho que ele e a sua equipa fizeram e natural, tendo em conta que somos um povo com memória.

 

Uma coisa eu sei: o Porto e o Norte precisam de uma distrital do Porto do PSD que continue a ser forte, atenta e interventiva.

 

 

ADENDA DE ÚLTIMA HORA: O Miguel Abrantes, sempre um querido, não leu a coisa convenientemente. Ora, entre fazer-lhe um desenho e explicar por escrito, prefiro a última pois sempre fui fracolas a desenhar: quando falo, logo no início, em "provocou eleições antecipadas" estou a falar, como facilmente se depreende ao ler o resto do post, de antecipadas na Distrital. Eu percebo o Miguel, ainda está traumatizado com o resultado de 5 de Junho. Para a próxima vez, peço ao secretário da mesa uma cópia da acta e envio-lha.

Posso enviar pelo Assis? Será Seguro?

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    j. Azevedo 24.06.2011 10:09

    O "Bom" trabalho do R.Rio ,não</a> é visivel a não ser nos Bairros Sociais para "pescar à linha", os mais desfavorecidos,os contrarios esses estão sempre garantidos governe bem ou mal.Diga-me por favor as obras emblematica de RRIO no Porto.Depois da obra de F.Gomes o que sobrou para ele? Lembro: casa da musica,todos os parque subterraneos,e abertos ,arruamentos e passeios,parque da cidade, aquela ponte para alargar a estrada junto ao rio, e para não ser mais exaustivo o Metro e a Av. dos Aliados cujo projecto R.Rio alterou para pior vergonsamente como se vê..é só pedra. Nota: Nos bairros sociais sujeitos a obras antes das eleiçoes ficaram por restaurar alguns blocos, até esta data, por falta de verba,mas há dinheiro para circuitos ridiculos de automoveis. Uma pergunta para terminar. Trazia ou nao mais gente ao Porto,se todos os fins de semana de verão viessem atuar em varios pontos da cidade, com entradas gratis para o povo,cantores portugueses .O dinheiro não saia de Portugal, e ainda sobrava para ajudar os mais desfavorecidos da cidade... evitavamos constragimentos de transito,barulho ensurdecedor,comercio prejudicado e a imagem degradante de uma parte importante da cidade mais se parecer com um campo de concentração... até julho quando se fizer mais um circuito. Vamos estar quase um mes cercados,para Rui Rio dar largas ao seu sonho de infancia que passava por ser corredor de automoveis. Isto tudo à custa do Zé...nota: peço desculpa pelo português,mas não tenho assessores...nem tive acesso a bolsas nem escola do secundario menos de 70KM.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.