Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

A Marca da Qualidade?

É enternecedor ver todas estas figuronas do PSD, António Pires de Lima, do CDS, referindo-se a Alexandre Relvas, Marques Mendes, Manuela Ferreira Leite e Marcelo Rebelo de Sousa.

 

Realmente, é enternecedor ver a forma radical como António Pires de Lima e o CDS de Paulo Portas encararam estes últimos dias de campanha. Entusiasmados pelas sondagens, assumem o papel de "Homens de Estado", pausados e diplomatas. Acossados pelo fantasma do voto útil insultam os adversários, ameaçam indisponibilidade para governar (pois, pois, vale uma aposta como não será assim?). No início da dita, não se percebia com quem queriam governar, se com o PS, se com o PSD. Depois ao sabor das sondagens e da rua foram acertando agulhas. Nesta recta final o pânico do voto útil invadiu a caravana centrista e o verniz estalou. Não é por acaso que avançou Pires de Lima, o melhor amigo de Portas. Ele pode dizer em voz alta o que Portas está impedido de gritar. Pires de Lima fez de director do Independente. Não crítico a atitude e até compreendo, eu faria o mesmo por um amigo.

 

O problema é que este estilo, esta forma, não é uma marca de qualidade. É a marca de mais do mesmo. É ser exactamente igual a todos os outros. O problema é simples e natural, Paulo Portas e este seu CDS é igual a todos os outros e por muito que disfarce (e procurou disfarçar muito bem ao longo desta campanha) ele é o mesmo de 2009, de 2005, de 2002, de 1999 e de 1997.

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Jacinto Bettencourt 07.06.2011 15:35

    1. Ainda bem que é o mesmo, caro Fernando. Por isso é que já elegeu 84 deputados desde 1999. Para um partido pequeno e que tanto ódio gera no PSD não vai nada mal.

    2. Sempre se soube que o CDS não estava disponível para viabilizar um governo PS. Já se pode parar de insistir na mentira; as eleições terminaram.

    3. Quem no CDS insultou os adversários? Está certamente a confundir os seus Fernando Costa, Luis Filipe Menezes, Miguel Veiga, Fernando Nogueira, com os responsáveis do CDS. Muita paciência se teve, e se vai continuar a ter no CDS. É bom que na Lapa se perceba que nessa santa paciência perante alguns PSD casca-grossa que assenta o próximo Governo.

    PS. Convém não tresler as declarações de Pires de Lima. Pires de Lima não quis ofender ninguém e referiu-se a pessoas do PSD, as tais figuronas, pessoas de quem é amigo aliás, para demonstrar que o apoio público em campanha eleitoral não se traduz num governo competente. Se pensarmos bem, faz todo o sentido.
  • Imagem de perfil

    Fernando Moreira de Sá 07.06.2011 15:57

    Jacinto, este post é anterior às eleições (resposta ao ponto 2).

    Já agora, deixo-te este link:

    http://albergueespanhol.blogs.sapo.pt/1137575.html
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.