Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

Albergue Espanhol

"-Já alguma vez estiveste apaixonado? - Não, fui barman toda a minha vida." My Darling Clementine, John Ford.

a diferença que devia ser regra

Ontem Pedro Passos Coelho esteve presente no lançamento do livro do professor Santana Castilho. Sabendo ou não que poderia ouvir críticas, esteve presente. E ouviu algumas críticas. Santana Castilho foi mais uma das muitas pessoas que Pedro Passos Coelho ouviu e com quem conversou, desde que é presidente do PSD, e que ajudaram assim a formular o programa eleitoral. Obviamente que o programa não poderia conter todas as ideias e contributos que o PSD recebeu. Houve filtragem, selecção.

 

Ao ter marcado presença Pedro Passos Coelho demonstrou que não foge nem se esconde de críticas. E aceita-as com a normalidade democrática que se impõe. Esta postura, que deveria ser a regra entre os políticos surpreende as pessoas, tendo em conta que nos últimos anos se habituaram a um primeiro-ministro avesso a diferentes opiniões.

 

Na sessão o professor Santana Castilho afirmou «Eu hoje volto a sonhar. A palavra das pessoas para mim vale muito e eu sabia que o doutor Pedro Passos Coelho não tinha descombinado aquilo que combinou comigo e não tinha deixado de aceitar aquilo que aceitou, porque se há coisa que os portugueses decerto já viram nele é que ele é um homem de palavra».

 

 

5 comentários

Comentar post